“Tentar prever serviu pra eu me enganar”*.

Para onde ir?
Metas

Ai, ai! Fiz de novo! Mas eu juro que é sem querer! Aliás, vocês sabem que é sem querer! Quem, em sã consciência, iria manter um blog para propositalmente deixá-lo desatualizado??

Mas não foi só da net que eu estive off durante esses meses. Dei um tempo para pensar. Respirar! As coisas andam acontecendo muito rápido e às vezes (só às vezes) eu lembro que estou envelhecendo.

Não sei se todo mundo é assim, mas eu sempre gostei de fazer projeções de como serei no futuro e isso não é um hábito novo, de modo que, desde muito pequena eu ficava imaginando como estaria aos 15 anos, aos 20, aos 30…

A verdade é que nunca fui muito boa nessas estimativas e errei todas as minhas previsões!

A princípio, isso não causa muito desconforto, porque, afinal de contas, quem fica realmente triste por chegar aos 15 anos e não conseguir namorar um roqueiro bem punk ou não sair na capa da Capricho?

Mas, com o passar do tempo, as expectativa são outras, os projetos são mais significativos e, à medida que as coisas não vão acontecendo como esperávamos, começam a aparecer feridas na nossa alma. Umas são superficiais, tipo a que tive quando percebi que só economizando dinheiro de mesada seria impossível comprar um carro zero antes dos 20 anos. Outras, bem profundas como todos os planos que fiz quando tive meu primeiro namoro sério e vi esse relacionamento ir por água a baixo junto com meus sonhos, planos, projetos, meu chão. E também existem aquelas feridas que são uma verdadeira facada no ego, exatamente como quando percebi que não iria ser uma grande teórica que mudaria os rumos da educação no país.

Não sou do tipo Poliana. Sabe aquela menina que sempre via o lado bom das coisas?? Pra falar a verdade, eu chego a ter certa aversão a esse personagem. Gosto de encarar os fatos como eles são: bons quando são bons e ruins quando são ruins. Mas aprendi (de umas feridas prá cá) a ter fé!

Saber que os planos não saíram como planejados, só não causa grande dor quando se tem fé em planos melhores.

Quando eu me vejo hoje e percebo que estou muito distante de onde imaginava estar aos 29, reconheço que bate uma tristeza, mas olhando direitinho, é possível ver que tantos outros planos foram arquitetados por Deus na minha vida, planos que nem precisaram de mim para serem elaborados e são muito maiores e melhores do que eu sonhava.

Aliás, acabo agradecendo à vida por ser tão imprevisível.

Nunca namorei um roqueiro bem punk, mas tenho hoje um noivo com o qual não sonhei e que, por incrível que pareça, se encaixa perfeitamente com a ideia que sempre tive de “o homem dos meus sonhos”. Não realizei os planos que fiz com meu primeiro namorado, mas estou organizando minha festa de casamento (segundo meus planos, com alguns anos de atraso KKKK) e ela está se tornando um grande sonho realizado. Trabalho com ensino fundamental, exatamente o oposto do que pretendia, e descobri que sou realizada profissionalmente. Quanto ao carro zero… bem, vou dando minhas voltinhas com o carro do meu noivo, afinal, ainda preciso do dinheiro do meu para pagar o casamento!

* Título retirado da música Retrato pra Iaiá da banda Los Hermanos

15 comentários em ““Tentar prever serviu pra eu me enganar”*.

  • 02/05/2010 em 19:12
    Permalink

    Acho que quando as coisas saem do jeito que Deus quis acaba sendo melhor, tinha um propósito na minha totalmente diferente dos que estão contecendo hoje, e posso dizer sem meias palavras que estes são bem melhores. E só acreditar!!
    .-= thuanny´s last blog ..semana otimismo que transforma. =-.

    Resposta
  • 03/05/2010 em 17:48
    Permalink

    oi leninha! estava visitando alguns blogs e acabei chegando ao seu! Estive vendo seu post e sabe que mais, eu me vejo no que voce escreveu! de facto a vida da muitas voltas e nunca acerta nakilo que nós sonhámos para nós, mas é como voce diz, temos que saber agradecer a Deus pelo que Ele nos dá pois somente Ele sabe o que é melhor para nós e o que realmente precisamos! Nao se esqueça que Ele escreve direito por linhas tortas! Te desejo tudo de bom e um casamento muito feliz!
    .-= Miriam Avila´s last blog ..De volta ao mundo virtual =-.

    Resposta
  • 04/05/2010 em 01:09
    Permalink

    Miriam Avila: oi leninha! estava visitando alguns blogs e acabei chegando ao seu! Estive vendo seu post e sabe que mais, eu me vejo no que voce escreveu! de facto a vida da muitas voltas e nunca acerta nakilo que nós sonhámos para nós, mas é como voce diz, temos que saber agradecer a Deus pelo que Ele nos dá pois somente Ele sabe o que é melhor para nós e o que realmente precisamos! Nao se esqueça que Ele escreve direito por linhas tortas! Te desejo tudo de bom e um casamento muito feliz!

    É verdade! Deus sempre sabe o que é melhor para todos nós!

    Resposta
  • 04/05/2010 em 17:22
    Permalink

    Oi, Leninha! Tudo bem? Saudades dos seus textos.
    Eu entendo beeem de como é deixar o blog abandonado. Dá uma dorzinha, né? Mas o importante é mantê-lo como um hobby. Se virar obrigação, perde a graça.

    Há poucos dias, passei por uma dessas decepções. Planejava x. Consegui. Fui colocar em prática: deu errado. Fiquei arrasada. Mas o que posso fazer? Podia ter acontecido coisas piores. E minha vida tem outras coisas muito melhores para eu ficar sofrendo.

    É no imprevisível que a gente cresce e aprende.

    Beijossss
    .-= Mari´s last blog ..Um blog novo =-.

    Resposta
  • 06/05/2010 em 09:54
    Permalink

    É minha amiga, essas são coisas que a gente só aprende com a maturidade mesmo, é para isso que ela serve, para colocar nossos pés no chão. Adorei vir aquite ver, estava com saudades.
    bjs
    Ro

    Resposta
  • 06/05/2010 em 12:34
    Permalink

    Amiga Linda do meu coreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee… Que saudades de vc!
    Não some mais nãooooo, por favor!
    Quero saber as novidades do casório… Te ouvi tanto falar nisso, e cara… O dia ta chegando! Shauhsuahushua!
    Te amoooooooooooooo!

    Beijos!

    Resposta
  • 07/05/2010 em 11:58
    Permalink

    Leninha, somos duas sumidas, então! Quanto mais tento voltar a atualizar todos os dias (ou pelo menos quase todos os dias) mais coisas acontecem pra eu não coinseguir isso xD

    Seu post tá perfeito, todo mundo passa por isso, mas eu realmente não me lembro o que eu pensava que eu seria ou onde eu estaria na minha idade hj, mas com certeza algo bem diferente disso xD Mas é assim mesmo, os planos que seguimos na realidade não são somos, e sim de Deus!

    BEIJOS e parabéns por todas as realizações, desejadas ou não 🙂

    Resposta
  • 14/05/2010 em 21:53
    Permalink

    oi querida,
    é sempre bom se afastar de tudo por um tempo pra refletir mesmo!
    as vezes a gente planeja coisas de um jeito, mas a vida acaba nos trazendo outras coisas ainda melhores. Ou, se forem ruins, acabamos aprendendo muito com elas!
    boa semana
    ;*

    Resposta
  • 18/05/2010 em 13:04
    Permalink

    Muitas vezes queremos fazer tantos planos e não percebemos que o maior plano já foi realizado para nós. Lógico que dá uma de Polyana só nos leva a ficar com um jeitinho meio retardado…rs Tudo deve ser encarado, mas tb não podemos fazer tempestade em um copo d´água, certo?!
    Bjus e carinhos, fica com Deus

    Resposta
  • 19/05/2010 em 21:16
    Permalink

    migaa, e eu adivinha?
    obreira??
    Ai, miga quando que eu ia ser obreira, se me falasse isso ha uns meses que for atras eu iria rir!!!
    Deus faz coisas que nem imaginamos e nos dá muito mais do que pedimos …
    pois Ele é PAI e sempre será pai!
    Estou muito feliz por saber que vc esta feliz, as vezes te vejo no msn mas nao chamo por ver q esta ocupada…
    sinto saudades..
    beijos e mais beijos querida, que as bencaos dos ceus caiam sobre sua vida e cada dia que passa vc tenha mais abundancia!!!
    Que seus celeiros transbordem!!!
    beijos de chocolate…
    .-= cacauh´s last blog ..Mais um milagre de Jesus! =-.

    Resposta
  • 06/07/2010 em 16:42
    Permalink

    Oi Helena =) Fui seu aluno do Vencer em 2007, estou no aplicação hoje. Gostei muito do site! Muito bom! :16:

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *