A vida que segue!

Sabe aquela campanha, Volta, Mundo Blogueiro ? (se não conhece, dá um pulinho pra conhecer) Pois bem, ela nunca fez tanto sentido na minha vida como nessas últimas semanas. Senti uma falta violenta disso tudo por aqui e pra minha feliz surpresa, muitos dos blogs que eu seguia, anos atrás, continuam por aqui do jeitinho que eram.

Quer dizer, não exatamente do jeitinho que eram, mas … enfim, deu pra entender. Não vou ficar me explicando, aliás, essa é uma mania que tenho. Acho que é vício de professora. Mania de ser clara, não deixar dúvidas. Apesar de eu não estar exercendo minha profissão há 7 meses (eu sei, estou me explicando de novo) … Parei!

Avida seguindo …

Como eu estava tentando dizer, senti saudade. Resolvi aparecer. Botar o papo em dia. Contar como têm sido esses meses desde que virei alguém que “deixou a segurança do seu mundo por amor“. Afinal de contas, essa casa aqui ainda é minha e eu tenho que deixá-la em ordem, mesmo com o nome defasado, já que troquei de planta. Abandonei a Lima e pouso agora na Arruda. Mas, gritando Leninha Lima, ainda respondo com orgulho. Aliás, ultimamente tenho respondido a quem me chamar de qualquer coisa porque meu nome ficou tão grande depois do casamento (6 sobrenomes) que, às vezes, até eu me esqueço como é ele todo.

Não que tenham me perguntado, mas estou bem! Estou nesse processo maluco de adaptação, e devo dizer que tenho sobrevivido bravamente e acho até que sobrevivo com louvor. Tenho que reconhecer que a máquina de lavar, o varal e o ferro de passar conseguem ser uma equipe bastante articulada que tem me dado certo trabalho, mas acho que com o fogão e a pia eu estabeleci uma parceria bastante produtiva. E assim tem sido desde 11/11/11.

Dá até pra convidar os amigos…

O bom disso tudo é ver as coisas se encaixando. Ver que os planos vão se concretizando e que, no fim das contas, não é que dá tudo certo? Até um aumento não planejado de nossa família aconteceu.

Não. Eu não estou grávida (não que eu saiba hihihihi) mas, desde março, adotamos nossa filhoquinha de quatro patas: Dora Doralice. Ela é apaixonante e eu sou louca por ela. Mas vou deixá-la como cenas dos próximos capítulos porque sempre tenho muito o que falar dela.

No mais, foi um prazer voltar aqui. PROMETO que manterei contato frequente e terei conversas agradáveis, porque de papo brabo, já bastam os problemas nossos de cada dia!!!

4 comentários em “A vida que segue!

  • 11/07/2012 em 10:43
    Permalink

    Sei exatamente como se sente. Tudo é uma novidade, a adaptação, as coisas que abrimos mão em nome de algo muito maior. Isso é bom. Nos deixa inteiras, sabe? Porque estamos fazendo algo em nome do amor.
    Te desejo muita sorte nessa fase nova e muitas alegrias tb.
    bjos

    Resposta
  • 14/07/2012 em 19:25
    Permalink

    oie leninha!
    que bom que você voltou… você é uma das blogueiras antigas e eu fico feliz que seu blog continua do jeito dos “blogs de antigamente”… são os que eu mais gosto de visitar! vontade de saber como as pessoas são, o que elas sentem, o que elas fazem, do que elas gostam… isso é blogar, para mim! espero que atualize com frequência e espero novidades sobre a dora doralice, que é um pitelzinho! coisa mais amada com essas chuquinhas na cabeça… *—-*
    beijo, beijo!

    Resposta
  • 17/07/2012 em 19:22
    Permalink

    Ai, que bom que você voltou!!!!!
    É tão bom colocar “ordem na casa”, né?? Ainda mais num blog como o seu que trás o que eu mais gosto em blogs: quem escreve!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *