A mudança – Ainda é um plano

Não sei se já comentei por aqui, mas eu morei na mesma rua desde que nasci. Passei minha vida inteira na mesma casa e só me mudei dela quando casei e vim morar EXATAMENTE na mesma rua. Saí da 213 e habito atualmente na casa 240.

Como se não bastasse ter como vizinhos TODA minha família, meus amigos de infância, os amigos dos amigos e, pasmem, o antigo carteiro do bairro (que se aposentou e com seu rico dinheirinho de uma vida inteira, resolveu comprar um casa na rua em que moro); minha sogra acaba de comprar uma casa a exatas 6 casas da minha!!!

Alguém poderia me explicar que atração é essa que as pessoas têm por essa rua??

Pra se ter ideia, tenho uma amiga que também morou a vida inteira aqui, tem uma tia que também mora com o marido e os filhos e, há alguns anos, quatro primos vieram do interior para cá. Ela casou e mora onde? Onde? Onde?

PELO AMOR DE DEUS, alguém poderia me explicar que atração é essa que as pessoas têm por essa rua??

É uma rua boêmia, poderia dizer até que é comum, dessas que se colocam cadeiras na calçada para se falar da vida alheia; em que vizinhos conhecem todos pelo nome e que não é incomum interditarem a passagem de carros para comemorações de aniversário, carnaval, natal, chá de panela ou qualquer outro motivo que valha. Com exceção de minha família (que sempre foi muito, muito, muito reservada), as pessoas aqui têm uma intimidade incrível umas com as outras. 

A verdade é que há o lado bom disso tudo. Eu posso, por exemplo, passar (e muito) da hora de acordar e simplesmente não me preocupar porque não vai dar tempo de fazer almoço. É só passar a mão no telefone e perguntar: “mãe, tem o que pra comer?” E, o melhor, se a opção de mamãe não agradar, ainda tenho a casa da sogra hihihih !

A questão é que eu e meu marido estamos decididos a nos mudar. o.O

Acho que fechamos o ciclo. O problema é que as pessoas simplesmente não entendem o porquê de querermos ir embora. TODO MUNDO está chateado com isso… Infelizmente, desta vez, teremos de pensar no que será melhor pra gente.

Mas já disse a minha vó que virei todos os domingos almoçar pelas bandas de cá… só não sei em qual lado da rua!!! hihihihi!

Beijinhos e até!!

3 comentários em “A mudança – Ainda é um plano

  • 01/08/2012 em 23:25
    Permalink

    Que loucura isso, gente…eu sei bem como é morar numa rua assim. Meus pais moram numa rua assim tb. Todo mundo se conhece, bate papo, fuxica a vida alheia, sentam no portao pra ver carro passar…kkkkkk. Qd eu resolvi sair de casa, fui pra bem longe!! E agora, morando com o namorado, mais longe ainda. Mas é bom assim, você vai ver…
    bjos

    Resposta
  • 11/08/2012 em 22:33
    Permalink

    Resumindo… o local onde você mora, me lembra aquelas ruas que aparecem nas novelas… onde todos se dão bem, são festeiros, com direito a churrasco e até festa de casamento! rsrs…
    Mas tô boba! isso é raro!
    Minha mãe me liga todo dia, imagine se eu morasse na rua dela! kkkkk! Eu moro há 30 minutos da casa dos meus pais.
    Eu acho legal essa mudança! outros ares, vida nova! mas é fato que sentirá falta… Nada que os almoços dominicais na casa da vovó, não ajudem a superar… rsrs…
    Boa sorte!
    Bjks! 😉

    Resposta
  • Pingback: Leninha Lima » Ha, ha, hu, hu, o apê é nosso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *