Do que aprendi na escola!

Estive na escola desde que me entendo por gente. E para além de currículo, para além de matérias, aprendi muita coisa por lá.

Sei que meu primeiro contato com aqueles muros altos do colégio de freiras causaram lágrimas, mas não nos meus olhos. Eu queria muito, muito mesmo entrar ali.

E assim, depois desse primeiro dia, aos 2 anos de idade, começava uma história de amor.

Na escola, descobri que ser filha única não significava não ter irmãos, porque, lá, tive dezenas deles. Aprendi que as regras existem para que o caos não se instale e aprendi a sofrer as consequências de quebrá-las. Aprendi a ficar de castigo com a turma toda só para não dedurar quem jogou bolinha de papel no professor. E aprendi a me entregar, para a culpa não recair sobre meus companheiros.

Foi na escola que me ensinaram uma das coisas mais preciosas que sei: ensinaram-me a ler. E quando eu falo em ler, não me refiro a soletrar palavras, ensinaram-me a decifrar o mundo através das letras. Aliás, foi na escola que as letras tornaram-se Letras em minha vida.

Na escola, tive o primeiro contato com debates, laboratórios, artes e esportes, mas acima de tudo, foi na escola que tive o primeiro contato com pessoas desconhecidas.

Aprendi a respeitar diferenças, conhecer novas crenças, entender novos gostos e a conviver.

Foi inevitavelmente que, também na escola, decidi que ser professora era o que eu queria para minha vida. E assim, depois que saí da escola, voltei a ela com um novo olhar, em um outro posto!

Foi então aí que finalmente aprendi que algumas coisas na vida podem ser conjugadas com o verbo estar. Estar bonita, estar doente, estar alegre… Mas, aprendizado é uma daquelas coisas maravilhosas que só deveriam ser conjugadas com o verbo ser.

Sou uma aprendiz !

E sou convicta de que a época de escola é a melhor de nossas vidas. Você não acha?

3 comentários em “Do que aprendi na escola!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *