Do Snap para o BEDA (ou tenho medo de oftalmo)

Olá, pessoas lindas, tudo bem com vocês? Do lado de cá o dia foi tenso. E, por favor, não riam de mim, foi tenso pelo simples fato de que fui à oftalmologista. Sim, imagino que você não conhece ninguém que tem medo de oftalmo, e, teoricamente, eu também não tenho. Acontece que ela faz parte do time da medicina e desse eu morro de medo. Tenho medo de ir ao médico. De ouvir dele que demorei muito a chegar lá e que, infelizmente, para mim não há mais solução. É caixão e vela preta (dizeres de minha homônima e querida vó) É

Ler mais

Rapidinho de Segunda (#beda)

O post sai de tarde quando a pessoa é prima-irmã da insônia e passa o dia todo como zumbi em casa, depois de uma noite em claro.  E assim foi meu dia. O pior é lembrar da minha mãe dizendo que insônia é coisa de quem tá ficando velho :O Tudo bem, concordo com isso. E a partir de hoje me recuso a ficar mais velha. (Perdoem se alguma coisa não fizer sentido no post de hoje, mas estou praticamente desacordada hhihi) Vim mesmo porque não vou desistir do BEDA e porque, como  o título já adiantou: foi apenas um

Ler mais

BEDA (ou quase isso hihihi)

Olá, pessoas lindas do meu coração!!! Tudo bom, com vocês? Que saudades!!!! Agosto começou, com ele o BEDA (que a essa altura do campeonato nem me darei ao luxo de explicar o que é porque todo mundo já sabe 😀 ) e eu, como sempre, correndo contra o tempo… Então, como não publiquei no blog ontem, meu BEDA começa hoje, pode ser? hihihih Enfim, preciso muito me manter sempre aqui. Esse blog é meu xodó há 9 anos e aqui compartilhei momentos maravilhosos de minha vida. Ele merece um BEDA. Embora esteja mais para BAEDA. Nem vou oferecer um doce

Ler mais

Abraçando Patinhas

Eu teria feito as unhas, arrumado os cabelos. Colocaria uma roupa nova, me perfumaria. Eu teria convidado amigos para testemunhar, teria preparado uns drinques e uns petiscos. Eu teria feito o meu melhor, caso soubesse que aquele domingo; aquele 11 de março de 2012 iria mudar minha vida para sempre! Não foi premeditado, não foi planejado, exatamente como não são as melhores coisas da vida. Mas na hora que nos vimos pela primeira vez, eu tive certeza que algo maravilhoso estava acontecendo e sabia que não poderíamos mais nos separar. Logo eu que dizia veementemente que não queria animais de

Ler mais

Independência dependente de alguém

Olá, pessoa linda! Tudo bom, por aí? Espero que sim! Mas, se não tiver, já sabe, né? Puxa a cadeira que lá vem história (e quem sabe você se diverte um pouco por aqui?) Continuo com meu bom humor setembrino e distribuindo sorrisos para quem passa ou quase isso ! hihihihi ! E por falar em humor setembrino, não poderia deixar de falar de independência (mesmo decepcionada com o 07 de setembro caindo num domingo). Pode parecer (e talvez realmente seja) muito contraditório o que vou dizer, mas nunca almejei uma independência que não significasse depender de alguém. Talvez porque

Ler mais