Mãe, quero bolo de chocolate.

Acontece que minha mãe não gosta muito de certas “funções” maternas. Ela sempre foi a diferente. Lembro que, na adolescência, uma amiga minha tinha acabado de partir seu coração com o 4º ou 5º “homem-de-sua-vida” e foi chorar no colo da mãe dela e ouviu o seguinte: – Filha, não chora! Ele não merecia você. Minha mãe, quando ficou sabendo do ocorrido, soltou a pérola: – Que frescura! É, minha mãe é assim. Pior foi quando chegou minha vez de chorar pelo coração partido pelo ex “homem-de-minha-vida“. Não escutei o “que frescura”, ao invés disso, ela me falou: – Ah,

Ler mais