Mãe, quero bolo de chocolate.

Acontece que minha mãe não gosta muito de certas “funções” maternas. Ela sempre foi a diferente. Lembro que, na adolescência, uma amiga minha tinha acabado de partir seu coração com o 4º ou 5º “homem-de-sua-vida” e foi chorar no colo da mãe dela e ouviu o seguinte: – Filha, não chora! Ele não merecia você. Minha mãe, quando ficou sabendo do ocorrido, soltou a pérola: – Que frescura! É, minha mãe é assim. Pior foi quando chegou minha vez de chorar pelo coração partido pelo ex “homem-de-minha-vida“. Não escutei o “que frescura”, ao invés disso, ela me falou: – Ah,

Ler mais

Doces e Meme

Recife está em pleno verão, isso é um fato! Então, por que será que caiu um verdadeiro dilúvio aqui na última sexta (29/01) ? Só pode ter sido porque eu tinha um compromisso importantíssimo e não sabia chegar ao local. Sempre tudo é tããão complicado pra mim que eu já acho até engraçado. Agora imaginem, eu e minha cunhada dentro do carro no meio de uma baita chuva, entrando em várias ruas que não conhecíamos, todas religiosamente alagadas e morrendo de medo de parar para pedir alguma informação (tão perigoso duas mulheres sozinhas num carro). Só não foi pior porque

Ler mais

Novo Ano hihihI!

2009 chegou com duas semanas de atraso aqui no meu blog, mas tudo bem, sei que esse ano vai ser inesquecível para minha vida, afinal, finalmente foi dada a largada… …Pára tudo! afinal finamente? – ficou horrível essa frase. Vou refazer! Finalmente foi dada a largada oficial para meu casamento (assim ficou melhor). Já estamos montando nosso enxoval e providenciando tudo para que possamos cumprir a agenda da noiva. Aliás, não vamos ter muitas outras coisas para fazer este ano, já que todo (ou quase todo) nosso dinheiro será revertido para o casório.Então em 2009 não haverá acampamento, viagens, festas

Ler mais

Hihih!!!!

Tenho a leve impressão de que estou ficando “doidinha de pedra“. Já disse aqui que sou do tipo que tem crise de risos quando fica nervosa, mas agora estou rindo sem razão nenhuma. Aliás, até que tem uma razão: minha imaginação que anda me pregando peças. Fui à locadora pegar uns DVDs e enquanto esperava na fila, fiquei imaginando coisas, lembrando de meus alunos e pensando nas respostas malucas que eles me dão nas provas. Foi o suficiente para começar a rir. Não um risinho de canto de boca, tive uma crise mesmo, comecei a dar gargalhadas. E quanto maior

Ler mais

2006 passou ♪

Eu juro que resisti, mas os docinhos e salgadinhos praticamente se jogaram em cima de mim e não deu para não comer. Aliás, comer muuuuuuuito. Se tem uma coisa que marcou esse ano que passou foi que eu comi, comi muuuuuuuuito. E como não poderia deixar de ser, no reveillon, foi exatamente igual. Eu me empanturrei de docinhos, salgadinhos e afins, mas vamos pular essa parte gastronômica porque juro que, depois de um ano inteiro, estou meio enjoada. Hihi! A verdade é que minha memória é uma tragédia e não consigo me lembrar de muitas outras coisas, (a não ser

Ler mais