Decoração de Natal – Weekend Feelings

Olá, pessoa linda!!!! Semana que vem já é natal. Ebaaaaa! O feriado mais esperado do ano, finalmente está chegando. Como já disse inúmeras vezes aqui, minha avó mora com minha mãe e por isso, as festas de família sempre se concentraram lá com muitos tios, primos, amigos… Cresci, sabendo que iríamos comemorar bastante o natal e, o mais importante, com pessoas que se amam e que adoram estar juntas. Alias, festa sempre foi sinônimo de casa cheia na minha família. Desde que casei em 2011, não participo mais da decoração de natal da minha mãe (pelo menos não como antigamente),

Ler mais

Calor, Carta e Natal

Por favor, pessoas criativas do mundo inteiro, tenham pena de mim e inventem um supersônico ar-condicionado portátil para eu andar com ele na bolsa. O calor está acabando com os últimos neurônios que me restam e eu já estou preocupada com minha sanidade mental. Daqui a pouco eu vou andar na rua rasgando dinheiro cuckoo . A pior parte é que, aqui em Recife, as crianças aprendem rapidinho que papai Noel não existe, porque não há dinheiro que pague alguém colocar uma barba daquele tamanho, usar blusão, botas e até capuz no calor que está fazendo. (Ih! Acho mesmo que

Ler mais

Foi-se o Natal ♫

Prestando atenção em como funciono, percebi que tenho prazos de validade, e o que é pior, eles vencem rápido demais! Para exemplificar poderia falar de meus cabelos (que não duram mais que um dia arrumado) ou de meus óculos (que, coitados, deveriam ser feitos de aço) mas prefiro falar do meu famoso estômago que mais uma vez lembra que eu me irrito demais, tenho raiva demais e me preocupo demais. Pois bem, andei pensando em meu estômago e percebi que ele só está programado para me “tratar” bem durante seis felizes meses. É incrível como tenho uma crise de seis

Ler mais

Ai, meu estômago!!!

Por mais que eu tente, creio que nunca vou chegar a um nível de autocontrole saudável para minha gastrite. Juro que me esforço, mas numa cidade, cuja temperatura média é de 36º e os ônibus, as ruas, praias, parques e até cemitérios são superlotados, preciso mesmo de altas doses de algum calmante, que conseqüentemente vai atacar mais o meu sensível estômago. Acabo me transformando numa pessoa sóciofóbica, intransigente, com desastroso índice de intolerância e uma falta de humor singular. Quem leu meu último post já deve ter percebido que não estou muito agradável nestes últimos dias, mas vou poupar você

Ler mais

Etc & Tal

Alguém aí já fez a famosa lista de promessas para o Ano Novo? Bem, eu tenho uma mania um pouco diferente: costumo fazer uma carta com a data do ano seguinte dizendo tudo que me aconteceu. Como se fosse uma espécie de premonição. Depois me divirto vendo o que deu e o que não deu certo. O bom é que muitas coisas acontecem mesmo. Vou hoje mesmo, escrever a cartinha para o ano que vem, mas a que escrevi ano passado só abrirei em 31 de dezembro. Cada mania louca que tenho!!! Bem, como tenho algumas coisinhas que gostaria de

Ler mais