Uma carta para Helena de 2004

Recife, 06 de março de 2014 Olá, querida! Não se assuste, mas essa carta veio de 2014 para você! Na verdade é você mesma quem está escrevendo, só que você agora sou eu ! E eu garanto que eu estou feliz pra caramba com nossa vida em 2014, mas se me lembro bem, você não estava nada legal em março de 2004. Sei que você está sofrendo, sei que está triste, mas se eu te conheço bem, sei que é nesses momentos que você consegue dar umas reviravoltas incríveis na minha, quer dizer, sua vida! E é por isso que

Ler mais

Ai, que medo!

Gente do céu, perdi as estribeiras! Tive uma crise de choro quando meu dentista disse que eu teria de tomar injeções de benzetacil para tratar de uma infecção no 3º molar. Aliás, crise de choro não! Eu fiz um escândalo. Chorei tanto, tanto que minha mãe não queria nem que eu voltasse dirigindo pra casa! Acho que deixei todo mundo da sala de espera com medo, achando que o Drº fez alguma coisa horrível comigo no consultório. hahiahiha! Eu me considero uma pessoa até corajosa! Doo sangue, faço exames, tomo injeção num a boa, mas a tal da benzetacil sempre

Ler mais

Volta à labuta.

Nem vou gastar as linhas deste post pra contar como foi meu carnaval, porque não quero deixar ninguém deprimido. Hihi! O que importa é que agora o ano começou de verdade! Mãos à obra! Porque este ano estou com muitas turmas e trabalharei bastante. Além das aulas de gramática peguei 3 turmas de redação, o que significa que terei centenas de textos para corrigir toda semana. O pior (ou melhor, já não sei) é que eu amo aulas de redação. É onde todo aquele blá, blá, blá da gramática faz realmente sentido. Sem contar que vez ou outra tenho uns

Ler mais

Mais do mesmo

Ou meu vocabulário está ficando deficiente ou eu estou ficando compulsiva pelo casório, porque ultimamente eu só falo dele. Para se ter uma idéia, nesta última sexta (23/01), fiquei o dia inteiro fazendo orçamentos e aperreando todo mundo com minhas contas até que meu amorzinho decidiu passear para relaxar. Mas eu não desliguei o pensamento, porque até enquanto dirigia, fazia contas. (Estou louca de vez) Tivemos uma noite agradável, mas foi só voltar pra casa que sentei na frente do computador para continuar com minhas planilhas… Coitadinho do meu noivinho e de todos que me cercam (e coitadinha de vocês

Ler mais

Saudade dos Amigos

Se ao longo do post você tiver a impressão de que está no blog errado, não se espante. Estou apenas um tanto emotiva, mas garanto que nos próximos posts “voltarei ao normal” hihih!!! Faz tempo que não escrevo aqui e para ser sincera, não senti muita falta do meu blog, senti, na verdade, muita saudade do blog dos outros. Senti falta de ler o que minhas amigas andam escrevendo e de saber como estão passando, se viajaram no feriado ou se ficaram em casa curtindo um bom DVD com uma pipoca bem quentinha. Estou convencida de que o que mais

Ler mais