Cheiro das Coisas (ou vontade de voltar)

Gosto do cheiro das coisas. Do cheiro e dos sons que as coisas fazem quando fazem o que foram feitas para fazer. Gosto de coisas, Mas gosto mais de pessoas. Às vezes, as pessoas têm cheiros; às vezes, têm sons. Às vezes, as pessoas são coisas. E eu gosto do cheiro das coisas. Do cheiro e dos sons que as coisas fazem quando fazem o que foram feitas para fazer. Já li em algum lugar que o olfato é nosso sentido mais ligado à memória. Li isso e fiz questão absoluta de não procurar uma confirmação. Vai que é mentira

Ler mais

Donkey o quê?

Tem certas verdades que fingimos não ver,  mas depois desse diálogo… (eu na sala de aula batendo papo com uns alunos) – Eu estava sem sono nenhum ontem. Aí, eu fui jogar Donkey Kong pra passar o tempo! – Donkey o quê, professora? – Donkey Kong (como sou inocente, achando que ele não tinha ouvido) – Aquele dos macaquinhos. (pausa dramática, olhos arregalados ante as caras de total ignorância de meus alunos) – Alowww! O jogo do macaquinho!!! – Profe. esse jogo é do Wii, é?? – Não, menino. Era do Super Nintendo. – Super o quê, professora? (…) –

Ler mais